Você já ouviu falar em Rodésia?

Você já ouviu falar em Rodésia?

Rodésia foi um antigo estado não reconhecido na África, onde hoje é o Zimbábue.

Localização da Rodésia.

A Rodésia declarou sua independência da Inglaterra no dia 11 de novembro de 1965. Foi a primeira separação unilateral de uma das colônias do Reino Unido desde a declaração de independência dos Estados Unidos (1776). A ONU e a maioria dos países do mundo negaram a soberania do estado porque não havia sufrágio universal. Os eleitores registrados na época eram em maioria brancos, pois precisavam cumprir certos requisitos financeiros e educacionais para poder votar. O sufrágio não era negado com base na raça, já que negros podiam votar, tinham representação no parlamento e milhares até mesmo lutaram pelas Forças de Segurança da Rodésia. Os negros moradores da Rodésia tinham um dos mais altos padrões de vida na África; entretanto, ter uma minoria branca governando o país era um assunto controverso, fato que levou a Rodésia a receber muito pouco auxílio estrangeiro, culminando com um embargo sobre o país.

Em julho de 1964, a facção política ZANLA, apoiada pelos comunistas, assassinou um oficial do Fronte Rodésio e iniciou um conflito militar. As duas principais facções que se opunham ao governo eram ZANLA (Exército Africano Zimbábue de Liberação Nacional), apoiado pela China, e ZIPRA (Exército Revolucionário do Povo do Zimbábue), apoiado pela URSS, que lançou ataques de guerrilha contra Rodésia, operando a partir de bases no Zâmbia e, posteriormente, Moçambique. O conflito se intensificou após a declaração de independência, visto que os britânicos impuseram sanções que sublimaram as forças armadas da Rodésia. Entretanto, o país recebia certos equipamentos e suprimentos via África do Sul.

Enquanto o ocidente inteiro olhava para o outro lado, a Rodésia se sustentava sozinha,batalhando em mais de um fronte contra forças comunistas por 15 anos, enfrentando problemas logísticos ao longo de todo o conflito devido aos embargos. O ex Comandante-em-chefe da OTAN, general Sir Walter Walker, descreveu os soldados rodésios como “as forças contrainsurgentes mais resistentes no mundo”.  Numa carta ao jornal London Times, ele afirmou: “o Exército da Rodésia nunca será derrotado no campo de batalha por terroristas ou mesmo por um inimigo muito mais sofisticado”. As Forças de Segurança da Rodésia foram consideradas umas das melhores unidades de luta do mundo, como noticiado pela revista Time em 1977.

Buscando a paz, o primeiro ministro Ian Smith cedeu e expandiu o sufrágio; Robert Mugabee, um dos líderes das facções militares comunistas, foi eleito e continua no poder até hoje. Após 52 anos, o Zimbábue é considerado hoje um estado falido em diversos critérios, tornando-se mais aceitável as simpatias pelas causas rodésias. Entretanto, a maioria das pessoas nunca ouviu falar desta nação, e sua história é um estudo de caso fascinante sobre como entregar uma nação que estava funcionando [aos comunistas] por meio do sistema universal de votos.

Texto de Kasper Dixon Worthington and Robert Edward Foy

Citações
(1)
Constituição e sistema de votos da Rodésia
http://www.rhodesia.me.uk/UDIConstitutionandFranchise.htm

https://dissentingradical.files.wordpress.com/…/1965-consti…

Declaração de Independência da Rodésia
https://sourcebooks.fordham.edu/hal…/…/1965Rhodesia-UDI.html
http://blog.nationalarchives.gov.uk/…/southern-rhodesias-u…/
https://www.theguardian.com/…/rhodesia-zimbabwe-independenc…
https://en.wikipedia.org/…/Rhodesia%27s_Unilateral_Declarat…

(2)
Robert Mugabee (um dos líderes que substituiu Ian Smith e permanece no poder até hoje):

Expropriou terra dos brancos e depois convidou-os de volta:
https://www.washingtonpost.com/…/456f66d6-45d2-11e5-9f53-d1…

Governo do Zimbábue não processará quem assassinar fazendeiros brancos:
http://www.newsweek.com/zimbabwe-president-robert-mugabe-wh…

Artigos do New York Times reconhecendo que Mugabee prejudicou a população negra muito mais que o governo dos brancos rodésios:
http://www.nytimes.com/2010/04/08/opinion/08kristof.html…
http://www.nytimes.com/…/a…/for-white-rule-in-rhodesia.html…

Como Mugabee destruiu o Zimbábue em 10 passo:
https://www.theatlantic.com/…/12/how-to-kill-a-coun…/302845/

Queda do padrão de vida no Zimbábue:
http://news.bbc.co.uk/2/hi/africa/4890508.stm

(3)
Ian Smith:
Entrevista no fim de sua vida: https://www.youtube.com/watch?v=M_x9jRYU1JU
Biografia: https://www.britannica.com/biography/Ian-Smith#ref99283
Artigo sobre ele ter sido vingado:
http://www.telegraph.co.uk/…/Ian-Smith-has-sadly-been-prove…

(4)
Panorama histórico militar sobre a Rhodesian Bush War:
*http://www.rhodesia.nl/Rhodesia%20Tactical%20Victory.pdf

*https://books.google.dk/books…

*http://www.historytoday.com/paul…/rhodesias-war-independence

Rhodesia Unafraid: documentário feito durante a Bush War:
https://www.youtube.com/watch?v=TYL6aTK3k6Y (Part 1)
https://www.youtube.com/watch?v=e7YV_0XEY8U (Part 2)

(5)
Original em inglês.

Rafael Ribeiro Autor

Rafael Ribeiro é mestre em musicologia pela Universidade de Brasília. Sua pesquisa investiga o intervencionismo do estado na economia da música utilizando as bases praxeológicas da Escola Austríaca.

Deixe uma resposta