Os estatistas, o restaurante a quilo e o livre mercado

Hoje vou almoçar com alguns amigos estatistas. Eles sugeriram um restaurante a quilo, porque assim cada um tem livre-escolha para pegar o que quiser. Perguntei se esse sistema não seria injusto, já que alguém poderia pegar algo ruim, ainda que sem querer; e, assim, teria um resultado pior que o dos demais. Achar que a […]

A eficiência do livre mercado é tão óbvia que até crianças entendem.

A eficiência do livre mercado é tão óbvia e natural que até crianças, quando trocam figurinhas, a entendem bem. Entendem mais, inclusive, que muitos adultos, que já viveram o bastante para desaprender com o keynesanismo e o marxismo. Na roda de troca de figurinhas funciona assim: para você poder pegar uma repetida de alguém, você […]